Sunday, March 09, 2008

Atitude de anciãos beneficia acusado de abuso sexual na Califórnia

Mais um fato comprovando que os anciãos preferem proteger a Sociedade Torre de Vigia em vez de tomarem posição ao lado das vítimas de abuso sexual. O caso envolve um molestador Testemunha de Jeová, porém os anciãos não querem testemunhar EM FAVOR das vítimas, apesar de saberem que o molestador confessou o abuso.

Tradução livre dos sites abaixo:

http://religionclause.blogspot.com/2008/03/clergy-privilege-scope-at-issue-in.html
Howard M. Friedman, Professor Emérito de Direito, Universidade de Toledo

Um caso de abuso sexual no Condado de Riverside, California, está testando o privilégio de informações dos clérigos. Uma notícia publicada em 6 de março de 2008 na imprensa de Riverside relata que os promotores querem que dois anciãos de uma congregação das Testemunhas de Jeová testemunhem acerca de medidas envolvendo Gilbert Simental, que é acusado de molestar duas amigas de sua filha. Os pais das vítimas reclamaram aos anciãos congregacionais sobre os abusos, e os anciãos formaram uma comissão judicativa para verificar as acusações. O promotor Burke Strunsky disse que Simental confessou-se à comissão judicativa, e depois, o ancião Andrew Sinay falou sobre isto à mãe das garotas. O advogado de Simental afirma que seu cliente é inocente. Os promotores apontarão uma decisão de 2005 tomada pelo Condado de Napa estabelecendo que um molestador acusado perante uma comissão judicativa não está coberto pelo privilégio penitente-clérigo porque as práticas organizacionais não exigem que a comissão mantenha os procedimentos confidenciais [N.T.:são enviados relatórios e formulários para a sede central, quebrando a confidencialidade entre duas pessoas]. A informação vai para o escritório central das Testemunhas de Jeová, e mantem-se um banco de dados secreto a respeito daqueles que os anciãos concluíram ter praticado abuso de crianças.

Tammy McCoy - The Press-Enterprise
http://www.pe.com/localnews/inland/stories/PE_News_Local_C_trial06.439464c.html

Uma batalha legal sobre a nocessidade do Condado de Riverside em proteger crianças e o direito das pessoas de praticarem sua religião sem interferência do governo. Um promotor quer que líderes de uma congregação das Testemunhas de Jeová testemunhem sobre o homem acusado de molestar duas garotas. Dois dos anciãos que dirigem as Congregação Windsong Valley em Wildomar disseram que as declarações de Gilbert Simental são confidenciais e eles não querem testemunhar...
"Organizações religiosas tem usado e abusado do privilégio de protegerem a si mesmas da responsabilidade" disse o advogado de Minessota Jeff Anderson.
Grupos religiosos argumentam que o privilégio envolve comunicações internas e com seus membros. Mas Anderson diz que o privilégio realmente se aplica quando uma pessoa busca auxílio espiritual ou faz uma confissão...
Um tribunal no Condado de Napa rejeitou em 2005 o argumento do privilégio-penitente numa ação civil que acusou a organização das Testemunhas de Jeová de acobertarem alegações de abusos sexuais, conforme os documentos postos on-line.

5 Comments:

Blogger rad said...

O caso foi julgado recentemente e o Juiz decidiu que os anciãos devem testemunhar no tribunal. As informações prestadas na comissão judicativa NÃO estão protegidas pelo privilégio clerical, como queria a Sociedade Torre de Vigia.
Links:
http://www.pe.com/localnews/rivcounty/stories/PE_News_Local_H_faith26.4193557.html

http://www.mydesert.com/apps/pbcs.dll/article?AID=/20080327/NEWS08/80327003/1263/update

http://www.knbc.com/news/15729194/detail.html

4:04 PM  
Blogger Ring said...

Ih!!! entrei num site apostata!?!?!

8:06 AM  
Blogger Ring said...

Ah! meu comentário vc não irá postar nenão? não é de seu interesse ser chamada de apostata...

8:08 AM  
Blogger rad said...

quem seria apóstata?

o jornal que publicou a notícia?

a pessoa que está repassando esta notícia?

os anciãos que protegem criminosos pedófilos?

a Sociedade Torre de Vigia que promulga políticas que protegem pedófilos?

ou o internauta que visita sites que a Sociedade rotula de "apóstata"?

5:44 AM  
Blogger big bear said...

OI
Rosa
sou evangélico e li sua história, sei q vc nao goste dos evangélicos mas amos o TJ, nao por suas doutrinas mas pelo amor mostrado ao Senhor Deus Jeová, pelo zelo que fazer a obra. Sei que tudo que vc passou foi terrivel e q nao deves se sentir mal por estar fora da sociedade Russelita. Tenha em mente que Deus te ama e tem um grande interesse de ter uma intimidade com vc, q nas horas de angustias vc o terá. por perto
creia em CRisto.

6:11 AM  

Post a Comment

<< Home